Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘jornalista’

Image

O secretário de Direitos Humanos da Federação Nacional dos Médicos (FENAM), José Roberto Murisset, deu entrevista para a revista semanal polonesa Do Rzeczy a respeito do posicionamento dos médicos brasileiros diante da importação de profissionais de outros países.

O esforço da FENAM para que o diploma médico seja revalidado, a fim de garantir que a população seja atendida por profissionais aptos e para que o programa do governo seja mais transparente causaram repercussão internacional.

A publicação europeia fez o contato com secretário para entender como ele avalia, nesse momento, o Mais Médicos, lançado em julho de 2013, bem como a situação dos cubanos que atuam no Brasil.

Murisset explicou que a FENAM condena o modelo do Programa por considerar que não será durável nem estruturante, ressaltando que a entidade busca uma carreira de estado para a categoria, assim como acontece com a magistratura. E sobre os estrangeiros, avaliou que eles estão “disfarçados” como trabalhadores de intercâmbio, para supostamente aprender e adquirir maior conhecimento sob supervisão técnica, mas na prática eles são realocados diretamente à assistência da população.

“O contato feito pelo sr. Piotr Wloczyk (jornalista polonês), demonstra que FENAM obteve reconhecimento internacional e que a diretoria da instituição está no caminho certo ao enfrentar o Ministério da Saúde em defesa da categoria”, avaliou José Roberto Murisset.

Leia abaixo o pedido do jornalista polonês e a resposta do secretário.

De: pwloczyk
Data: 2 de janeiro de 2014 13:28
Assunto: Uma questão importante da Polônia
Para: secretaria@fenam.org.br

Estimado Senhor/Senhora,
Meu nome é Piotr Wloczyk. Sou jornalista polaco. Eu trabalho para Do Rzeczy, uma revista semanal.
Eu gostaria de perguntar si Senhor Jose Roberto Murisset se pudesse encontrar algum tempo para responder a minha pregunta:
O que você acha sobre a situação da medicos cubanos que trabalham no Brasil? Os médicos brasileiros ainda protestar sobre isso?
Eu tenho que terminar meu artigo por este fim de semana.  Muito obrigado pela vossa ajuda

Piotr Wloczyk

De: Jose Murisset
Data: 5 de janeiro de 2014 14:30
Assunto: Re: Uma questão importante da Polônia
Para: Piotr Wloczyk

Dear Mr. Piotr Wloczyk,

Please find my answer to your question attached.

If you need any further information please send me another email.

Regards

Murisset

Dear Piotr Wloczyk,

 

Brazilian physicians and their professional associations continue to question the presence of foreign doctors in the country, including Cubans professionals.

The way Brazilian government entered them in the Public Health System (Sistema Único de Saúde – SUS) in the program called “More Doctors” was not fully understood yet.

 

The referred foreign physicians are working in Brazil in what can be considered an illegal” way. They don´t need revalidation (recognition) of their diplomas or proof of competence and there is no employment contract (precarious workers). Disguised as exchange workers, they are here to supposedly learn and acquire greater knowledge under technique supervision, but in practice they are relocated directly to assistance of low income population. Work conditions include sparse infrastructure, few material resources, lack of basic complementary tests (blood tests, X-ray and so on). As a large number of them were allocated in very poor communities far from urban centers and with difficulty to access, these doctors end up being “used ” by the government as agents to disseminate its “wellness policy”.

 

Brazilian medical organizations, notably the National Federation of Physicians (Federação Nacional dos Médicos – Fenam) condemn this model for considering that it is not structural neither durable. FENAM proposals are implementation of public career (similar to the military or magistracy track) for doctors of SUS, increase of funding for the system (nowadays only 4,6% of Brazilian GPD is designated to SUS)  and a shock change on the actual way of management .

 

Regards

 

Jose Roberto Cardoso Murisset

Fonte: André Gobo

Acesse também o Sítio da FENAM e mantenha-se sempre informado. CLIQUE AQUI.

Conheça também a fanpage da FENAM. CLIQUE AQUI

Anúncios

Read Full Post »

 Por: Taciana Giesel

Diretores da FENAM apontam a importância do evento que já atingiu o limite de inscrições

 

Médicos sabem como dar uma boa entrevista? Sabem como se portar diante de uma câmera? Sabem recorrer a um direirto de resposta, em caso de notícias não verdadeiras? Qual o papel da mídia? E, como lidar com as novas tecnologias?

 

Estas perguntas poderão ser respondidas durante o IV Seminário Médico Mídia, evento organizado pela Federação Nacional dos Médicos (FENAM), que acontece no Rio de Janeiro, de 16 e 17 de abril,no Windsor Plaza Copacabana. O evento vai reunir renomados profissionais da área médica e da grande imprensa, bem como políticos e especialistas na área de tecnologia da informação. O objetivo do evento é a integração entre profissionais da área médica e a imprensa.

 

Para o presidente da FENAM, Paulo de Argollo Mendes, o seminário é importante para fortalecer o entrosamento entre profissionais médicos e a mídia para que a sociedade possa obter informações de uma maneira mais clara e objetiva.  “A preocupação dos médicos não é só com a Saúde de seus pacientes dentro das quatro paredes do seu consultório, é com a saúde pública e com a clareza que a população pode obter suas informações. Por isso é fundamental que possamos criar um excelente entrosamento com a mídia, com a política, para que o nosso trabalho também possa render entre o conjunto da comunidade,” apontou o presidente.

 

Escute a matéria em áudio.

Read Full Post »

%d blogueiros gostam disto: